Os Desafios do Trading com Padrões de Reversão em Average Down

Esta semana, finalmente, retomei a negociação nos mercados financeiros em paper trading. Foi difícil regressar à conta de simulação depois de semanas numa conta real, mas os resultados assim o ditavam. As últimas três semanas tinha sido de perdas, embora não avultadas, pelo facto de a conta ser pequena, mas que exigia uma reconexão com uma estratégia o mais simples possível.

Dentro dos vários tipos de padrões gráficos da análise técnica estou a testar a reversão com a utilização do average down, utilizando até três blocos de ações. O uso de um ou dois blocos, em termos gerais, produz lucros ou quanto muito termina em break even ou com uma perda reduzida, pelo que é considerada de baixo risco dentro da estratégia empregue.

O uso de três blocos de ações, portanto com o número máximo de blocos, já tem um maior risco, e pode resultar em lucros, break even, ou na pior das hipóteses uma perda significativa se comparada com um risco considerado normal.

Para a estratégia de reversão em average down ter uma expectância positiva, a percentagem de negociações com três blocos que incorrem em perdas tem de ser baixa. É também de vital importância, e no caso de não ser possível impedir as perdas com três blocos de ações, de se fazer uma soberba gestão do dinheiro, para diminuir ao máximo possível as perdas incorridas. Esta gestão do dinheiro deve estar sempre apoiada no price action.

Nas próximas semanas, e possivelmente meses, vou estar dedicado exclusivamente ao trading com padrões de reversão, otimizando as entradas e saídas, e muito importante comparar os dias de perdas com e sem o uso de average down.

As 5 Regras de Day Trading Que Mais Quebro

Desde há vários meses que tenho vindo a desenvolver a minha estratégia de day trading, com o estabelecimento de regras bem definidas e atualizadas regularmente.

Acontece que os mercados abrem, e se nalgumas negociações cumpro as regras, noutras negociações desvio-me completamente das mesmas, especialmente quando estou a perder.

Neste artigo pretendo descrever as cinco regras de negociação que mais quebros nos mercados, no sentido de ganhar uma maior consciência e reduzir o número de erros.

A primeira regra que mais quebro é fazer demasiadas negociações (overtrading). Em termos gerais existe uma proporção inversa entre o número de negociações e rentabilidade das operações. Tenho um número de negociações bem definido que deverá ser seguido.

A segunda regra que mais quebro é entrar cedo demais numa posição (Fear of Missing Out ou FOMO). Nestes casos aguardo geralmente só por um sinal, quando devia ter a confirmação de pelo menos dois ou mais sinais de entrada.

A terceira regra que mais quebro é não colocar o stop loss imediatamente após a entrada numa posição, aproveitando também o average down para compensar a posição e reduzir o tamanho da perda, esperando que o mercado “dê a volta”. Em determinadas situações, a quebra desta regra leva-me a perder avultadas quantias.  A solução é calcular o stop loss antes da entrada e dar uma ordem de execução logo que entre numa posição.

A quarta regra que mais quebro é não dar espaço para o preço da ação mover-se, especialmente em mercados voláteis. Depois de atingido um determinado lucro, devo mover o stop loss para o break even, e deixar a ação “respirar” para otimizar o melhor rácio possível do risco:recompensa. (Dica: a estimativa deste rácio é realizada com base no price action e na volatibilidade média diária dos últimos dias).

Finalmente a última e quinta regra que mais quebro, é depois de ver que estou a perder numa posição, saio na pior altura possível. Nestes casos, devo otimizar a saída para fechar a posição em break even, ou na pior das hipóteses, com um prejuízo mais reduzido do que sair da posição em medo.

Descrevi aqui as cinco regras que mais quebro quando negoceio em day trading na bolsa de valores. Depois de ler as regras parece que é fácil obedecer, mas o certo é que quando estou com uma posição aberta e a perder, o meu lado racional “desaparece”. Espero com esta consciência melhorar aos poucos e avaliar a entrada e saída das posições com uma maior racionalidade.

O Coronavírus e a Bolsa de Valores

Screenshot_2020-03-12-SPX-2539-0-7-38-Intraday-Analysis

Foi no dia 20 de fevereiro de 2020 que as principais praças mundiais sentiram o primeiro terramoto derivado do coronavírus. Até então, o Covid-19 ainda parecia distante na China e mais recentemente em Itália.

Com o propagar do vírus na Europa, esta madrugada Donald Trumph suspendeu todos os voos provenientes da Europa para os EUA. As bolsas americanas reagiram como seria de esperar, com um estrondo enorme na queda, tanto que os mercados fecharam por uns minutos, só retomando a sessão posteriormente.

Poderá ver no gráfico diário do índice S&P500 (INTC) como a queda de hoje foi aparatosa, já no seguimento do sentimento negativo que acompanhava os mercados nas últimas três semanas.

No dia 20 de fevereiro foi também um dos piores dias de negociação que tive na bolsa. Os dias a seguir revelaram-se na sua globalidade por perdas financeiras. As condições de mercado mudaram, e não adaptei a estratégia. Esta semana felizmente, as coisas estão a correr melhor, e já comecei a recuperar dos prejuízos ocorridos.

No entanto, os erros são dos melhores professores que existem, e aprendi a importância de 1) dimensionar o tamanho do bloco de ações a negociar em função da volatilidade do título e 2) colocar um stop loss mesmo que seja com alguma distância do ponto de entrada.

O que será que o futuro reserva na bolsa de valores?

Não faço previsões de mercado de longo prazo, e por isso invisto a curto prazo no day trading, que muitos consideram como o fórmula 1 do trading. Este tipo de negociação nos mercados é extremamente difícil, mas com imensas oportunidades, tando a nível de rendimentos como de aprendizagem.

Alteração do Domínio do Site e Outras Atualizações Importantes

Este site pretende ser uma plataforma que reúne os conhecimentos essenciais considerados mais importantes para o trading de sucesso, do investimento de títulos nos mercados financeiros, visto pelo olhar de um trader independente.

Com a perspetiva de desenvolvimento de novos conteúdos foram realizadas nos últimos dias atualizações significativas, nomeadamente:

  1. O nome do domínio foi alterado de investidorminimalista.com para PriceAction.pt para refletir a teoria de negociação (Price Action) de suporte a todas técnicas utilizadas..
  2. Foi introduzida uma área de novos membros com acesso ao trading room e regras de negociação. A inscrição de membros é gratuita apenas por tempo limitado.
  3. Foi criada uma nova página do novo programa de mentoria de trading a lançar em breve. Os interessados podem-se inscrever que serão notificados assim que o programa arranque com mais informações.
  4. A página da estratégia é de livre acesso, estando a ser criados novos conteúdos com a teoria por detrás das técnicas de trading que são utilizadas na negociação de títulos.
  5. Por fim, foi adicionado um serviço de subscrição de newsletter para estar a par das atualizações mais importantes em PriceAction.pt.

Coleção de Artigos Educativos de Day Trade

Cadeira e mesa de estudo

Nesta página são apresentados os artigos com os recursos educativos para a negociação nos mercados financeiros baseado no Price Action. As ferramentas apresentadas são destinadas sobretudo ao day trade ou day trading, mas muitas delas podem ser aplicadas em outros tipos de trading.

Iniciado – Conhecer o essencial

Intermédio – Desenvolver as táticas

Avançado – A diferença está nos pormenores

Regras de negociação

A disciplina é o que faz a diferença entre o investidor bem sucedido dos restantes. Nesta página encontra as regras de negociação que não podem ser quebradas, e que aprendi ao longo de muitas horas de prática. A sua violação implica estar simplesmente a jogar, em vez de fazer trading nos mercados financeiros. A diferença entre jogar e negociar, é que no primeiro caso não é possível determinar a probabilidade de sucesso o que a longo prazo resulta em perdas, enquanto no segundo caso as probabilidades estão a nosso favor calculadas em função da taxa de sucesso e do rácio risco/recompensa.

As regras são atualizadas regularmente, refletindo a dinâmica dos mercados e a estratégia aplicada, e estão divididas pelos 1) erros capitais e 2) antes, durante e depois da sessão. Têm de ser lidas todos os dias antes da abertura de cada sessão.

Erros capitais

  • Negociar outro padrão que não a reversão.
  • Não aguardar preço alto ou baixo intra diário para entrar.
  • Não aguardar 1 vela longa ou +3 velas numa direção antes de entrar.
  • Ler notícias económicas (exceto apresentação de resultados).

Antes da sessão

Preparação (pré-mercado)

  1. Desenhar as linhas de suporte e resistência no gráfico de 5 minutos para o título selecionado (INTC), considerando: 1) altos e baixos intradiários, 2) pré-mercado, 3) fecho do dia anterior, 4) números redondos e 5) MA 200.
  2. Verificar se nos gráficos diário e 30 minutos existe alguma reversão ou rompimento maior iminentes.
  3. Abrir os gráficos de 5 e 30 minutos, bem como a plataforma de negociação.

Durante a sessão

Geral

  • Desenhar linhas de suporte e resistência de canal para projeção de preços. As linhas de tendência simples não são necessárias, pois têm-se revelado pouco fidedignas.
  • Na segunda-feira, não negociar nos primeiros 30 minutos da sessão.
  • Não entrar numa posição senão houver um alvo com uma janela aberta de preços.
  • Não entrar numa posição contra o rompimento de resistência ou suporte no gráfico diário.
  • Não entrar numa posição num mercado rápido (exceto no padrão gráfico climax).
  • Verificar volatilidade média diária do título.
  • Quando em dúvida não negociar.

Overtrading

  • Negociar em blocos de 30 minutos.
  • Não iniciar novas posições a partir das 11:30 EST.

Tamanho da posição e stop loss

  • O tamanho da posição em average down não deverá ser maior que 2x da conta.
  • Não existe stop loss nominal, considerando o uso de average down.
  • O stop loss é estratégico em três momentos específicos: 1) primeira grande correção após as 11h30 EST, 2) final da sessão ou 3) abertura da sessão no dia seguinte (primeiros quinze minutos).

Mercados voláteis

  • Não entrar numa posição contra uma janela aberta de preços.

Automatização

  • Criar alarmes para os preços intra diários baixo e alto, sempre que possível.

Questões

  • Quem liderou a sessão no dia de ontem? Quem está a liderar a sessão hoje? Touros, ursos ou canal?
  • O preço do título está muito esticado em relação ao mínimo ou máximo intra diário? E em relação à MA 200?
  • O mercado está mais apropriado para usar estratégias de momento, reversão ou canal? (Nota: só utilizo a reversão, incluindo a de canal).
  • A estratégia é confirmada nos vários horizontes temporais?
  • Está atento ao facto das condições de mercado poderem alterar-se de um momento para o outro e sem pré-aviso?

Depois da sessão

Reflexão

  • Diária – Analisar e publicar as negociações do dia.
  • Semanal – Analisar e publicar o resumo da semana.

 

Nasce Mais um Site de Investimento na Bolsa de Valores

Está lançado mais um site de investimento nos mercados financeiros, através de um investidor independente a fazer sentido do trading. A principal diferença entre investidor e trader é que o primeiro aplica o seu dinheiro a longo prazo, geralmente entre meses a anos, enquanto o trader é também um investidor mas atua no curto prazo, geralmente entre dias a semanas.

Os traders mais agressivos, como é o meu caso neste momento, fazem negociações diárias na bolsa, entrando e saindo de uma posição no mesmo dia.

No âmbito deste projeto, os termos investidor e trader podem ser usados de uma forma intercambiável, pelo que o leitor deverá estar atento e não se confundir.

Inicialmente este site foi criado no Google Sites, devido ao seu minimalismo, mas as limitações eram tantas que resolvi migrar para o WordPress com hospedagem própria, atualmente o gestor de conteúdos mais popular da internet.

O meu objetivo nos mercados é muito ambicioso pretendendo testar numa conta de simulação a premissa de um retorno anual de 100%, da forma mais simples ou minimalista possível.

Ser minimalista não significa buscar a facilidade, pois tal não existe nos mercados financeiros. Significa que irei procurar o caminho mais rápido para atingir o meu objetivo, livre de floreados desnecessários, e sempre disposto a aprender e a adaptar-me perante a incerteza dos mercados.

Subscreva a Newsletter de PRICEACTION.PT!

Siga e acompanhe a nossa estratégia de investimento. Independência financeira através da disciplina do trade.