Como negociar padrões de reversão

Última Atualização a 01/06/2020

sete-fatores-padrao-reversao-mapa-mental

Na meu caminho de aprendizagem pelo mundo do day trading, notei a necessidade da especialização, reduzindo ao essencial as técnicas e métodos de investimento nos mercados.

O essencial, significa entre outros fatores, negociar só um tipo de padrão gráfico, dentro dos três tipos disponíveis: momento, reversão e canal.

O padrão que tenho tido mais sucesso, e que quero continuar a desenvolver exclusivamente, é o padrão de reversão ou de contra tendência. Pessoalmente também é o padrão que mais gosto de negociar, porque tenho uma tendência de ir contra o sentimento geral, e de pensar de forma diferente.

Os padrões de contra tendência acarretam maiores riscos, mas também as maiores recompensas quando se consegue prever o momento exato de entrada na reversão.

O padrão de reversão partilha algumas similaridades com o padrão de canal. No entanto pode-se diferenciar da seguinte forma: para ser considerado um padrão de reversão o preço do título deve estar no mínimo ou máximo intra diário (inclui o pré-mercado que vamos ver mais à frente).

Um sinal de entrada numa reversão é emitido quando existe confirmação de cinco fatores do price action, mais outros dois fatores com a adequada gestão do risco e gestão do dinheiro.

1. Preço baixo ou alto intra diário

Como já referido, para um padrão se qualificar como de reversão, o preço deve estar no valor máximo ou mínimo intra diário, que inclui os preços de pré-mercado. Este é o primeiro fator para o sinal de entrada num padrão de reversão.

Sem o preço avançar numa direção e formar um novo mínimo ou máximo, não é possível ter uma potencial reversão.

2. Suporte e resistência

Quando se negoceia em padrões de reversão, conhecer os níveis de suporte e resistência, é o segundo fator, e o mais importante, de acordo com a teoria do price action. Os preços tendem a continuar ou a rejeitar certos níveis. O segredo está em identificar os melhores níveis de rejeição, ou seja, com a maior probabilidade do preço reverter de direção..

Existem quatro níveis de suporte e resistência: pré-mercado, diário, números e intra diário.

Pré-mercado

Especialmente em dias de maior volume, antes e depois do horário regular de uma sessão, é possível observar atividade nos gráficos de preços. Esta atividade forma uma oscilação com um preço baixo e alto intra diário, que corresponde ao suporte e resistência de pré-mercado.

Diário

Todos os dias durante a sessão, um titulo forma um preço baixo e alto, que corresponde ao suporte e resistência diário. Estes níveis de suporte e resistência são os mais importantes de todos, e em que traders que investem tanto a longo como a curto prazo estão atentos.

Números

Números inteiros e metades, como $53.00 ou $54.50 formam suporte e resistência. Números redondos como $50.00 e $55.00 são especialmente fortes.

Intra diário

Durante uma sessão o título vai fazendo novos preços baixos e altos, correspondendo ao suporte e resistência intra diário.

3. Tendência e canal

Depois dos níveis de suporte e resistência, estão as linhas de tendência e de canal como o terceiro fator na negociação em padrões de reversão.

Estas linhas só conseguem ser observadas a partir dos primeiro vinte minutos da abertura, correspondendo a quatro velas de cinco minutos.

Tendência

A tendência pode ser descendente ou ascendente, e é desenhada por uma linha que toca em dois ou mais pontos numa direção. O sinal da reversão acontece quando 1) o preço tem um maior afastamento relativo da linha de tendência, 2) o preço rompe a linha de tendência ou 3) o preço faz um teste a linha de tendência depois de a romper.

Cada um destes pontos de entrada apresenta vantagens e desvantagens, e a escolha depende das condições de mercado particular em cada momento.

Canal

Os canais são formados por duas linhas paralelas, e são uma espécie de suporte e resistência. Podem ser descendentes, ascendentes ou horizontais. O sinal de reversão acontece quando o preço alto ou baixo intra diário (que inclui o pré-mercado) se aproxima ou cruza as linhas de suporte ou resistência do canal.

4. Padrões gráficos

O quarto fator mais importante na negociação da reversão são os padrões gráficos de reversão. Entre estes encontram-se o simples, duplo, parabólico, clímax, fundo ou topo arredondado.

Simples

Este padrão é o como o nome diz, simples, em que o preço limita-se a avançar numa direção com o sinal de reversão a confirmar-se com os restantes fatores.

Duplo

O sinal de reversão neste padrão é observado quando existem dois pontos separados no gráfico que testam o mesmo preço, ou aproximado.

Parabólico

A diferença entre o padrão simples e parabólico, é que neste último, o avanço é mais rápido e prolongado, observado por várias velas consecutivas da mesma cor com pouca ou nenhuma sobreposição. O sinal de reversão também acontece com a confirmação de outros fatores.

Clímax

O clímax é do mesmo tipo do movimento parabólico, mas muito mais dramático, observado por um movimento repentino e forte numa direção até haver uma exaustão do preço com uma forte reversão.

Fundo ou topo arredondado

O fundo ou topo arredondado é formado por várias velas consecutivos que depois de um avanço, formam lentamente um arredondamento antes de reverter na direção contrária.

5. Velas japonesas

O quinto fator de influência nos padrões de reversão é o sinal das velas japonesas.

Todos os restantes fatores têm de ser utilizados em conjunto para produzir um sinal válido de entrada. Primeiro é verificado um novo mínimo ou máximo intra diário, de seguida são observados os níveis de suporte e resistência, depois são desenhadas as linhas de tendência e/ou canal, de seguida é observado um padrão gráfico, e por último são encontrados os padrões específicos das velas japonesas.

Só é possível observar um padrão produzido pelas velas japonesas a partir dos primeiros cinco minutos da abertura da sesão, correspondento à primeira vela de cinco minutos.

Entre os padrões de vela touro encontram-se o engulfing, hammer, harami, piercing, doji e kicker.

Entre os padrões de vela urso encontram-se o engulfing, shooting star, harami, dark cloud cover, doji e kicker.

Os cinco fatores que produzem a entrada numa posição não ficam completos sem a análise da gestão do risco e do dinheiro.

6. Gestão do risco

A gestão do risco assume que os mercados são incertos e de que não é possível ganhar em todas as negociações. Aliás, é expectável haverem perdas. O objetivo da gestão do risco no trading é limitar as perdas e potenciar os ganhos, ou seja, cortar as posições perdedoras cedo e deixar correr as posições vencedoras.

Deverá ser estabelecido um limite máximo de perda por negociação e diária, em função dos objetivos de rentabilidade pretendidos. Por exemplo, para negociar em day trading nas ações da Intel (INTC), determina-se a perda por posição de 0,30% e a perda diária de 0,90% em relação ao tamanho da conta. Isto significa que se negociarmos três posições com 0,30% de prejuízo cada uma, encerra-se o dia na bolsa.

O objetivo de rentabilidade diário de 0,90% é o mesmo que o limite da perda diária, com a finalidade de nunca se perder mais num dia do que o objetivo diário, e de modo à recuperação ser mais rápida no caso de perdas. Para cada negociação num padrão de reversão deve-se almejar 0,30% de risco para 0,90% de lucro, equivalendo a um rácio risco/recompensa de 1 para 3.

Um dia de três negociações tem várias possibilidades:

0,90% + 0,90% – 0,30 = 1,50 (taxa de sucesso de 0,67 %)

0,90 – 0,30 – 0,30 = 0,30 (taxa de sucesso de 0,33%l

– 0,30 – 0,30 – 0,30 = -0,90 (taxa de sucesso de 0%)

7. Gestão do dinheiro

Depois da análise da gestão do risco, a gestão do dinheiro permite determinar os preços de stop loss e target em função da entrada em cada posição, bem como o tamanho da posição.

Stop loss

O preço de stop loss deve estar uma distância da entrada, que permita caso o preço não vá a nosso favor, tenhamos um prejuízo pré-determinado de apenas 0,30% do tamanho da conta.

Deve ser colocado num local lógico determinado pelo price action, num preço abaixo ou acima da vela de reversão. Eu gosto de colocar 5 ou 10 cêntimos abaixo ou acima da vela de reversão.

Depois do preço atingir o rácio risco/recompensa de 1:2, movo o stop loss para o break even.

Target

O preço do target é de três vezes o risco, de 0,90%, e à semelhança do stop loss deve ser colocado num local lógico determinado pelo price action. Eu gosto de utilizar um nível de resistência ou suporte e/ou um nível na retração de Fibonacci.

Tamanho da posição

O tamanho da posição pode ser igual ou não ao tamanho da conta, e varia em função da volatilidade média diária do título. Por exemplo, num mercado com uma volatilidade normal o tamanho da minha posição é igual ao tamanho da minha conta, a 100%. Num mercado volátil posso reduzir o tamanho da posição para 30 ou 50% do tamanho da conta. Num mercado pouco volátil posso aumentar o tamanho da posição para 150 ou 200%. Neste último caso investo com margem.

Se por exemplo, a minha conta permitir negociar 50 ações da Intel, e para simplificar, divido a conta por blocos de ações em função da volatilidade, o que facilita as contas.

Título com volatilidade normal: Tamanho da posição a 100% com 50 ações.
Titulo com volatilidade elevada: Tamanho da posição de 30 ou 50% com 15 ou 25 ações.
Título com volatilidade baixa: Tamanho da posição de 150 ou 200% com 75 ou 100 ações.

Conclusão

O trading é uma atividade que requer muita prática e persistência. Se o investidor quiser ter algumas hipóteses de sucesso nos mercados financeiros no início da sua carreira, deve especializar-se num tipo de padrão: momento, reversão ou canal.

Neste artigo foi desenvolvida a estratégia para os padrões de reversão baseada num sinal de cinco factores do price action mais o complemento da gestão do risco e gestão do dinheiro:

  1. Preço baixo ou alto intra diário
  2. Suporte e resistência.
  3. Tendência e canal.
  4. Padrões gráficos.
  5. Velas japonesas.
  6. Gestão do risco.
  7. Gestão do dinheiro.

Já Tem Uma Estratégia de Trading?

Insira o seu email para receber uma estratégia simples de day trading.

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização.