Como Progredir numa Mesa Proprietária (Prop Firm)

Uma mesa proprietária (prop firm) é um excelente veículo para controlar o risco se o trader souber o que está a fazer.

Vejamos a título de exemplo uma pequena conta de $5.000 com um custo de participação de $50 e um drawdown de 8%.

Um drawdown de 8% significa que se o trader tiver uma perda de $400, ou seja, atingir o saldo de $4600 na conta é eliminado da avaliação.

A perda financeira real do trader é de apenas $50 quando comparada com a perda de $400 se negociasse numa conta real com dinheiro próprio.

Quanto maior o valor da conta, maior será obviamente o custo de participação. Já vimos que para uma conta de $5.000, o custo é de $50. Para as contas de $10.000, $25.000 e $50.000 o custo é de $100, $200 e $300 respetivamente. Existe uma progressão natural nas prop firm para as contas maiores.

A forma como vejo este escalonamento é obter sucesso na conta menor de forma a pagar a participação na contamaior . Por exemplo, se o trader quer progredir da conta de $5.000 para a conta de $10.000, terá primeiro de ganhar o valor de participação de $100 para a conta maior.

À semelhança dos trades, é pouco provável que todas as contas de avaliação obtenham uma taxa de sucesso de 100%. Para mitigar este risco, proponho que o trader ganhe pelo menos o valor de participação em três contas antes de avançar para o nível seguinte.

Não esquecer a distribuição dos lucros para a mesa proprietária de 20% bem com os impostos, que no caso de Portugal é de 28% (sem englobamento).

Para iniciar a negociação da bolsa numa mesa proprietária, o trader deverá ter experiência e alguma consistêncis nos mercados, caso contrário irá apenas enriquecer a prop firm. O principal modelo de negócio destas empresas provém dos traders perdedores, pois é amplamente conhecido que a maior parte dos traders perde dinheiro nz bolsa.