Confissões de um Day Trader #15

Quanto mais opero na bolsa mais chego à conclusão de que não existem sistemas perfeitos de análise técnica. Todos os sistemas têm as suas vantagens e desvantagens. Portanto, quando alguém afirma que encontrou o holy grail do trade, isto parece-me pura fantasia.

A incerteza nos mercados, com todos os seus participantes e objetivos distintos, faz com que qualquer previsão esteja sujeita a um grau de erro, maior ou menor.

Não existe atalho para as milhares de horas á frente do ecrã a observar os preços bem como alguma educação de qualidade. A proficiência do trader acontece quando as decisões são tomadas ao nivel inconsciente e intuitivo, da mesma forma que se chega à perícia da condução de uma bicicleta ou carro.

Isto não invalida a necessidade de uma análise técnica cuidada. A análise é necessária para o enquadramento do contexto do price action, para o trader puder obter uma perceção geral do mercado, de quem está no controlo: se os touros, se os ursos, ou se por outro lado, ambos estão em equilíbrio (touros e ursos).

Por exemplo, a minha estratégia centra-se em reconhecer sinais de price action junto a níveis de suporte e resistência. O mesmo sinal poderá dar um trade de reversão num mercado e um trade de continuação noutro mercado, sendo a diferença entre lucro e perda.

Deste modo, como é que se consegue saber a reação do mercado num sinal de price action, se o mercado irá reverter ou continuar? Resposta: através da experiência com a observação de muitas outras situações semelhantes no passado. E mesmo com toda esta prática, é impossível obter certezas absolutas, apenas uma vantagem probabilística, o suficiente para se obter uma vantagem no mercado.

Deixe um comentário

Confissões de um Day Trader

Subscreva a newsletter e acompanhe de perto os pensamentos e desafios de um day trader profissional.