Introdução ao Price Action – Brooks (2009)

Reading Price Charts Bar by Bar de Al Brooks - Capa do Livro

Este artigo contém as minhas notas de estudo da introdução ao price action do livro Ler Gráficos de Preços Barra por Barra de Al Brooks*, estando integrado num resumo geral da obra, capitulo por capitulo.


Para um trader, a questão fundamental que se confronta repetidamente durante o dia, é a decisão se o mercado está em tendência ou não. Se está em tendência, assume que irá continuar, e procura entrar na direção da tendência. Se não está em tendência, irá procurar entrar na direção oposta do movimento mais recente.

O aspeto mais útil do price action é observar o que acontece depois do mercado romper barras anteriores ou linhas de tendência. Por exemplo, se o mercado sobe acima de um alto anterior significativo, e cada subsequente barra forma um baixo acima do baixo da barra anterior e um alto acima do alto da barra anterior, então o price action indica que o mercado irá provavelmente subir na barra seguinte, mesmo que retraia algumas barras no curto prazo. Por outro lado, se o mercado rompe para cima, e a próxima barra for uma pequena barra interna (o seu alto não é mais alto que a grande barra de rompimento), e depois a batata seguinte tem um baixo que é mais baixo que barra interna, as probabilidades de um falso rompimento e de uma reversão aumentam consideravelmente.

Traders perspicazes beneficiam de traders encurralados. Se souber que os stops protetivos estão localizados um ponto abaixo de uma barra que resultarão em perdas para os traders que acabaram de comprar, então pode iniciar posição curta com uma ordem stop no mesmo preço para lucrar com os traders encurralados que são formados a sair.

Quando negociar contra tendência contra uma tendência forte, é imperativo aguardar que a barra de sinal encerre antes de colocar uma ordem, e depois entrar um ponto numa ordem stop na direção da negociação.

Qual é a melhor forma de aprender a ler price action? É imprimir gráficos e observar todas negociações lucrativas.

As retrações e extensões de Fibonacci são uma parte do price action, mas como grande parte são apenas aproximações e falham, não as use para o trading. Se alguma for útil, está associada com um padrão gráfico que é fiável e negociável por si só, independentemente das medições Fibonacci ou algum indicador. A Teoria das Ondas de Elliott é também um tipo de análise com price action, mas para a maioria dos traders não é útil. As ondas não são geralmente claras até muitas barras depois do ponto de entrada ideal, e com tantas interpretações opostas num instante, requer muito pensamento e incerteza para a maioria de day traders ativos.

*Tradução do editor para português do título original do livro Reading Price Charts Bar by Bar.

GRÁTIS! Estratégia de Day Trade

Descubra quatro padrões simples de negociação que poderá usar no gráfico de 5 minutos.

Este site usa cookies para uma melhor experiência do utilizador. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização.