Lateralidades Estreitas no Price Action – Brooks (2009)

QQQ 5 min - Lateralidade Estreita

Este artigo contém as minhas notas de estudo do livro Ler Gráficos de Preços Barra por Barra de Al Brooks*, estando integrado num resumo geral da obra, capitulo por capitulo.


Uma lateralidade estreita é um padrão comum que tem sido chamado de muitos nomes diferentes, mas nenhum dos termos é adequadamente descritivo. É qualquer movimento de duas ou mais barras como muita sobreposição. Touros e ursos estão em equilíbrio, e os traders estão a aguardar por um rompimento e a reação do mercado ao mesmo. Será que a retração irá reverter no lado oposto ou apenas testa o rompimento e depois continua?

Quando uma lateralidade estreita inclina ligeiramente para cima ou baixo, continua a ser uma lateralidade estreita, e deve ser tratada da mesma forma. Os touros e ursos estão em equilíbrio, e no geral é melhor aguardar por rompimentos falhados e rompimentos com retração. No geral, são padrões de continuidade.

Estes padrões são difíceis de negociar, e têm geralmente falsos rompimentos. É prudente negociar os mesmos o mínimo possível ou mesmo não negociar, e simplesmente aguardar pela inevitável claridade que reaparecerá.

Uma lateralidade estreita é usualmente um padrão de continuidade, mas depois de um clímax (normalmente uma ultrapassagem com reversão de uma linha de canal), mesmo pequeno, o mercado por romper em qualquer direção. Isto é porque o clímax gerou momento na direção oposta não sabendo se este momento oposto continuará conduzindo a pelo menos um rompimento, ou se o momento da tendência anterior continuará.

Bandeiras horizontais e arame farpado são pequenas formas de lateralidades estreitas, e como tal, geralmente rompem na direção da tendência anterior. Muitas vezes o padrão pode extender-se por 20 barras ou mais com pequenas sombras, tornando-se numa configuração com pouco valor previsível. Uma vez que adivinhar nunca é uma abordagem sensível no trading, os traders de price action devem aguardar por um rompimento antes de decidir o que fazer.

Na maioria dos casos, existe uma falha dentro de uma ou duas barras a seguir ao rompimento e as hipóteses de uma negociação lucrativa são maiores se basear a sua entrada a falha em vez do rompimento.

Em grande parte dos casos, a falha falha tornando-se num rompimento com retração. Entre na direção do rompimento numa ordem stop assim que a barra a seguir à retração tome o extremo da barra de retração.

Num rompimento touro, entrará numa compra stop um ponto acima da barra de retração. Se em vez disso, a barra de retração mergulha no lado oposto da lateralidade estreita, ou se o faz numa das seguintes barras, entre curto em stop num ponto abaixo da lateralidade estreita.

Porque o impulso a seguir ao rompimento não é geralmente forte, o mercado mantém-se maioritariamente sem tendência no resto do dia, resultando que este não é uma padrão de trading especialmente lucrativo. O padrão è mais fiável com ações, que ocorrer frequentemente, resultado algumas vezes numa tendência estendida, pelo que importa perceber.

Tem muitas vezes outros tipos de configurações associadas (rompimentos de pequenas linhas de tendência, Máxima/Mínima 2, etc.), que são mais negociáveis e têm uma maior probabilidade de sucesso do que um rompimento de uma lateralidade estreita.

Apenas entre se a barra de configuração for uma pequena barra no topo ou fundo da lateralidade, e apenas entre na reversão. De facto, é melhor focar-se nisto do que aguardar pelo rompimento.

*Tradução do editor para português do título original do livro Reading Price Charts Bar by Bar.

GRÁTIS! Estratégia de Day Trade

Descubra quatro padrões simples de negociação que poderá usar no gráfico de 5 minutos.

Política de privacidade do Mailchimp que usamos como plataforma de marketing.