Linhas de Tendência e de Canal

As linhas de tendência e de canal são um dos aspetos mais importantes no price action, pois é através das suas várias combinações que se formam a maioria dos padrões conhecidos na análise técnica.

As linhas de tendência unem numa tendência de alta as mínimas de dois ou mais swings (duas ou mais pernas), e numa tendência de baixa as máximas de dois ou mais mais swings. As linhas de canal unem numa tendência de alta as máximas de dois ou mais swings, e numa tendência de baixa as mínimas de dois ou mais swings.

Ou seja, as linhas de canal são desenhadas no lado oposto das linhas de tendência. Pode-se dizer que o price action está contido entre as linhas de tendência e de canal, e que a sua leitura conduz à direção provável do preço.

Se as linhas de tendência e de canal forem paralelas formam um padrão de canal de alta (linhas com inclinação para cima), um canal de baixa (linhas com inclinação para baixo) ou canal horizontal (linhas paralelas e horizontais). Se forem oblíquas e se desenvolverem no sentido ascendente forma um cunha ascendente, e se se desenvolvem no sentido descendente formam um cunha descendente.

Se as linhas de tendência e de canal forem divergentes ou convergentes formam os padrões de cunha e triângulo. As distinções entre estes dois tipos de padrões é que no caso do triângulo as duas linhas formam o mesmo ângulo com o eixo horizontal, enquanto na cunha têm ângulos diferentes.

Se estas linhas oblíquas se desenvolverem no sentido ascendente forma um cunha ascendente, e se se desenvolvem no sentido descendente formam uma cunha descendente.

O triângulo pode ser convergente ou divergente. O triângulo divergente é também conhecido como triângulo expandido.

Os canais de linhas paralelas podem ser amplos, regulares ou micro. Os canais amplos, como o nome indica, têm uma boa distância entre linhas podendo existir swings no interior dos mesmos. Os canais micro têm o price action todo contido entre as linhas, não existindo swings. Nos canais micro, as linhas de tendência e canal encontram-se muito perto junto às mínimas e máximas das barras ou candles. Os canais regulares encontram-se qualquer coisa entre os canais micro e os canais amplos.

Os traders devem ter por hábito desenhar linhas de tendência e de canal dos seus gráficos durante a sessão, observando o comportamento do price action junto a estas linhas. O preço vai testar e reverter na linha de tendência/canal? Ou por outro lado, vai testar e continuar na mesma direção? Ou ainda, vai ultrapassar estas linhas como se não existissem?

A reação do preço nas linhas de tendência e de canal, junto a suporte e resistência, em conjunto com os padrões de barras ou candles no contexto apropriado, produz os sinais de trade que observamos nos gráficos de price action.

Deixe um comentário

GRÁTIS! Estratégia de Day Trade

Descubra quatro padrões simples de negociação que poderá usar no gráfico de 5 minutos.