Linhas de Tendência no Price Action – Brooks (2009)

Categories: Educação
Linhas de tendência

Este artigo contém as minhas notas de estudo do livro Ler Gráficos de Preços Barra por Barra de Al Brooks*, estando integrado num resumo geral da obra, capitulo por capitulo.


Ambas as linhas de tendência e de canal são linhas retas paralelas a uma tendência, mas em direções opostas, formando um canal que contem o price action. As linhas de tendência geralmente montam negociações a favor da tendência, e as linhas de canal são mais úteis para negociar reversões.

Por vezes uma linha de tendência é melhor desenhada usando o corpo das velas e ignorar as sombras; isto é comum nos padrões de cunha, que muitas vezes não têm forma de cunha.

Assim que uma tendência seja estabelecida por uma série de máximas e mínimas a subir ou descer, as melhores negociações são na direção da linha de tendência até esta ser rompida. Cada vez que o mercado corrige para a área da zona da linha de tendência, mesmo que não alcance ou ultrapasse a linha de tendência, procure por uma reversão e entre na direção da tendência.

Mesmo depois da linha de tendência ser rompida, se esteve em efeitos por uma horas ou mais, as hipóteses são altas que o extremo da tendência seja testado após a retração. Este teste é seguido por uma continuação da tendência, uma reversão da tendência ou o mercado entrar numa lateralidade.

O ponto mais importante de um rompimento de uma linha de tendência é que é o primeiro sinal de que o mercado já não é controlado por um lado (compradores ou vendedores) e as hipóteses de negociação dos dois lados são agora maiores.

A força do rompimento da linha de tendência fornece uma indicação da força dos traders de contra tendência. Quanto maior e mais rápido o movimento de contra tendência, mais provável que uma reversão ocorra depois de testar o extremo da linha de tendência.

Será útil considerar cada gap na abertura e cada barra de tendência longa como um rompimento, devendo cada caso ser considerada como se tratasse de uma barra de tendência, uma vez que os rompimentos geralmente falham e precisa estar preparado para reverter os mesmos se houver uma configuração.

Uma linha de tendência pode ser desenhada a partir de uma linha de canal, mas isto raramente proporciona negociações que não são já aparentes usando outras formas de análise comum do price action.

*Tradução do editor para português do título original do livro Reading Price Charts Bar by Bar.

«
»