O que Aprendi em 2 Anos a Negociar na Bolsa

Há cerca de um ano escrevi noutro blogue um artigo sobre a minha experiência na bolsa de valores, com os meus primeiros passos a negociar nos mercados financeiros.

Entretanto já passaram dois anos, estando na altura de fazer uma atualização do artigo. Apresento de seguida os cinco pontos principais que aprendi sobre a bolsa nos últimos dois anos, deixando no final umas palavras para aqueles que pretendam iniciar ou acelerar o seu percurso no trading.

Maior maturidade

Em primeiro lugar, estou definitivamente mais maduro e sinto-me com mais experiência do que há um ano, embora ainda tenha um caminho para percorrer. A aprendizagem e prática são um processo contínuo, que nunca está completo.

Do swing para o day trade

Em segundo lugar, a minha estratégia geral que iniciou no swing trade (mantendo uma posição de vários dias a semanas) foi modificada para o day trade (entrar e sair na mesma posição durante o próprio dia).

Acompanhar um mercado

Em terceiro lugar, no processo de day trade e seleção de títulos, acompanhei no início somente uma ação, a Intel (INTC), passando depois para uma carteira de cinco ações, e mais recentemente regressei novamente a uma ação, ou melhor o ETF QQQ que acompanha o índice de ações norte-americano Nasdaq 100, extremamente popular entre investidores e traders. Atualmente sou o que chamam de um especialista, que acompanha só um mercado, ao contrário do generalista que acompanha e negoceia vários mercados em simultâneo.

Análise técnica com price action

Em quarto lugar, continuo a aplicar a análise técnica como ferramenta de decisão de negociação, mais concretamente o price action com análise dos gráficos de preços com o mínimo ou mesmo sem indicadores. Tenho aprendido com muitos outros traders, mas existem especialmente dois que deram um grande impulso na minha abordagem nos mercados: Al Brooks e Bob Volman.

É preciso trabalho

Em quinto e último lugar, para se ter sucesso no trading, como em qualquer outra profissão ou negócio, é preciso trabalhar muito, manter a motivação sobre as mais condições adversas e treinar muito numa conta de simulação antes de se entrar com dinheiro real. São necessárias horas diárias de dedicação para se começar a ver resultados num espaço de meses, senão anos. Escusado será dizer, que a maioria desiste pelo caminho.

Considerações finais

Foram dois anos de muito trabalho, a encontrar um sistema de trading pessoal com o qual me sentisse confortável. O conselho que posso dar a outros traders ou aqueles que pensam iniciar o investimento nos mercados financeiros, é que não existe substituto para o trabalho. Devem encontrar no mínimo duas a três horas por dia para se dedicarem à aprendizagem e prática nos mercados. Com tempo e persistência, vão encontrar o vosso lugar no trading e uma estratégia que melhor se adapta às vossas circunstâncias e personalidade.

GRÁTIS! Estratégia de Day Trade

Descubra quatro padrões simples de negociação que poderá usar no gráfico de 5 minutos.

Este site usa cookies para uma melhor experiência do utilizador. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização.