Padrões de Abertura e Reversões no Price Action – Brooks (2009)

Este artigo contém as minhas notas de estudo do livro Ler Gráficos de Preços Barra por Barra de Al Brooks*, estando integrado num resumo geral da obra, capitulo por capitulo.


Além das Reversões de Lacuna na Abertura e Tendências a Partir da Abertura, os padrões de reversão e movimentos da abertura, são os mesmos que os padrões ocorridos em qualquer outra altura do dia, incluindo:

Na maioria dos dias, a máxima ou mínima diária é formada cerca da primeira hora. Logo que um extremo do dia seja formado, o mercado reverte para o que será o outro extremo do dia (Num dia de Tendência a partir da abertura, não existe reversão, mas o mercado trabalha em direção ao outro extremo, que será perto do fecho da sessão).

Esta Reversão na Abertura é frequentemente reconhecida e pode ser uma grande oportunidade de negócio para um swing. O primeiro movimento na abertura é geralmente rápido e cobre muitos pontos, sendo difícil de acreditar que pode reverter subitamente de direção, mas é uma ocorrência comum.

A reversão é usualmente num ponto chave, como um teste da máxima ou mínima do dia anterior, uma máxima ou mínima swing de ontem ou hoje, um rompimento de uma lateralidade de ontem ou hoje, uma linha de tendência ou linha de canal, uma média móvel, ou alguma coisa do atrás referido noutro tempo gráfico ou no Globex. Mesmo que a melhor configuração seja no gráfico de 60 minutos ou diário, existe quase sempre um motivo de price action para iniciar o trade baseado inteiramente no gráfico de 5 minutos da sessão do dia, pelo que um trader adepto de leitura de gráficos apenas precisa de observar o gráfico que usa para as operações.

Os padrões na primeira hora são os mesmos que os que acontecem mais tarde no dia, mas as reversões na abertura são frequentemente mais violentas, e as tendências duram mais tempo. Um ponto importante para maximizar os lucros do trade, é fazer swing de parte da posição do que poderá ser a máxima ou mínima do dia. Se um trade parecer particularmente forte, faça swing de toda a sua posição e retire lucros parciais num terço a metade depois de correr duas a três vezes o seu risco inicial.

Se existir um forte rompimento de uma linha de tendência, o mercado pausar e parecer reverter num teste do rompimento da linha de tendência, procure retirar um pouco mais da posição, talvez um quarto, no caso do padrão falhar. Mantenha os restantes contratos até haver um claro sinal oposto ou até ao seu stop breakeven ser atingido.

Procure adicionar à sua posição em qualquer configuração a Favor da Tendência, como uma retração de duas pernas na MME numa tendência forte. Nestes contratos adicionais, faça scalp da maioria ou de toda a posição, mas continue a fazer swing de alguns contratos.

Algumas reversões iniciam calmamente e entram apenas em tendência ligeira por muitas barras, antes de romper em força uma tendência, enquanto outras têm um momento forte da barra de sinal. Esteja aberto a todas as possibilidades, e aproveite todas as boas oportunidades. Uma das dificuldades das reversões é que podem ser rápidas e o trader pode não ter o tempo suficiente para se convencer de que uma configuração de reversão pode conduzir efetivamente a uma reversão.

Contudo, se existir uma barra forte na barra de sinal, as hipóteses de sucesso são boas. Se entende que precisa de mais tempo para avaliar a configuração, pelo menos tome metade a um quarto da posição porque o trade pode a qualquer movimento mover-se rápido na sua direção, e precisa de estar envolvido, nem que seja com uma posição menor. Depois procure adicionar na Primeira Retração.

*Tradução do editor para português do título original do livro Reading Price Charts Bar by Bar.

GRÁTIS! Estratégia de Day Trade

Descubra quatro padrões simples de negociação que poderá usar no gráfico de 5 minutos.