Psicologia do Trader: Modelo dos 3 C’s

Um trader deve ter como objetivo chegar a um momento em que as suas emoções não são governadas pelo número de trades e dinheiro que ganha ou perde, mas sim pelo sucesso no controlo emocional no processo de aderência a uma estratégia.

Para atingir esta meta, apresento neste artigo o modelo dos 3 C’s (confiança, controlo e calma) para a psicologia do trader. Uma espécie de “nirvana financeiro”, baseado no livro Diary of a Currency Trader de Samuel J. Rae.

1. Confiança

O sucesso na aderência a uma estratégia depende sobretudo da confiança que o trader tem em identificar e executar a mesma de acordo com as regras estabelecidas de gestão de risco. Este trader sabe que independentemente de algumas perdas, irá obter ganhos a longo prazo se seguir a sua estratégia.

Num modelo descricionário, um trader pode levar meses ou mesmo anos até encontrar um sistema no qual sinta confiança. Para ganhar confiança é preciso trabalhar muito.

Ação para ganhar confiança: estudar, praticar, estudar, praticar, estudar, praticar, …

2. Controlo

O controlo refere-se à força emocional do trader para implementar cada aspeto da sua estratégia, mantendo e gerindo os trades de acordo com a mesma. O controlo nasce da confiança do método.

No início da minha carreira de trader, ,menosprezava o aspeto das emoções, mas é fundamental. Não adianta a melhor estratégia do mundo sem um controlo na execução dos trades. Estão incluídos neste ponto a seleção dos melhores setups, e identificação da entrada, stop e target.

O resultado de um controlo deficiente são os erros que se traduzem em perdas acumuladas.

Ação para ganhar controlo: praticar, praticar, praticar, …

3. Calma

O trader deve manter a calma não entrando em trades que não reúnam as condições definidas na sua estratégia. É importante ser paciente e reconhecer quando o mercado não é o melhor para operar. Mais cedo ou mais tarde aparecerá uma nova oportunidade com melhor probabilidade de sucesso.

Nem todas as condições de mercado são adaptadas à nossa estratégia. Tão importante como reconhecer os melhores setups, é saber quando ficar fora do mercado. Existem dias de price action em que simplesmente qualquer estratégia não funciona.

Se sentir que está a colocar muitas ordens, é porque possivelmente está a fazer overtrading, com falta de paciência para aguardar pelas melhores oportunidades.

Ação para ganhar calma: praticar, praticar, praticar, …

Conclusão

É importante notar que as características mentais de sucesso requeridas ao trader, só podem ser cultivadas com muitas horas de estudo e prática nos mercados. Não existem atalhos.

Somos seres emocionais, e o dinheiro (ou a falta dele) é das coisas que mais nos afeta, pelo que é natural que no início da nossa carreira como traders sentirmo-nos desconfortáveis, especialmente com as perdas.

Com o tempo e experiência, este desconforto irá diminuir. No entanto, emoções como o medo de perder e a ganância de ganhar nunca desaparecerão completamente. O trader terá de aprender a gerir e a viver com estas emoções tentando que as susa decisões não sejam afetadas pelas mesmas.

Deixe um comentário

Confissões de um Day Trader

Subscreva a newsletter e acompanhe de perto os pensamentos e desafios de um day trader profissional.