Retração de Rompimentos e Testes de Rompimentos no Price Action – Brooks (2009)

EWZ 5 minutos - Retrações e Teste de Rompimento

Este artigo contém as minhas notas de estudo do livro Ler Gráficos de Preços Barra por Barra de Al Brooks*, estando integrado num resumo geral da obra, capitulo por capitulo.


Após um rompimento seguirá inevitávelmente uma retração

Depois de um rompimento, eventualmente aparecerá uma retração. Se a retração do rompimento voltar atrás dentro de alguns pontos do preço de entrada do rompimento, é um Teste do Rompimento. O teste pode ocorrer na barra a seguir ao rompimento ou até 20 barras mais tarde, ou ambas. Esta barra de teste é uma potencial barra de sinal, e procure colocar uma ordem de entrada um ponto além desta, no caso do teste ser bem sucedido e a tendência retomar.

Falha de rompimento falhado

Se existir uma retração dentro de uma barra ou duas do rompimento, o rompimento falhou. Contudo, até os rompimentos mais fortes terão uma ou duas barras de falha que apenas se tornam uma Retração de Rompimento em vez de uma reversão. Assim que a tendência retomar, o rompimento falhado terá falhado, o que é o caso em todas as Retrações de Rompimento. Uma vez que estas são falhas de falhas, são segundas entradas e, portanto, têm uma excelente hipótese de uma configurar um trade de sucesso.

Uma Retração de Rompimento é também referida como um padrão de copo e alsa.

Quando a retração acontece antes e perto do rompimento

As Retrações de Rompimento podem acontecer na ausência de um atual rompimento. Se o mercado correr fortemente até perto da zona do rompimento, mas não exceder o extremo anterior, e depois calmamente retrair cerca de uma a quatro barras, isto irá funcionar exatamente como uma Retração de Rompimento, e deverá ser negociado como se a retração seguisse um rompimento atual. Quando alguma coisa é parecida a um padrão teórico, geralmente irá comportar-se como tal.

Falhas de lateralidade

Se existir um impulso forte na primeira perna da tendência cedo no dia, então um rompimento a Favor da Tendência mais tarde no dia é mais provável de ser bem-sucedido, e uma falha irá provavelmente falhar e tornar-se numa Retração de Rompimento. Contudo, se a maioria do dia se encontrar sem tendência definida com rompimentos de uma ou duas barras em ambas as direções, as probabilidades de uma falha que levam a uma reversão são maiores.

O stop breakeven não tem de se exato

De um rali inicial, muitos traders realizam lucros parciais e depois colocam um stop breakeven no restante. Este stop breakeven não é exato para cada trade. Dependendo da ação, um trader poderá querer arriscar 10 ou até 30 ou mais cêntimos, que poderá ser tecnicamente um stop breakeven, mesmo que um trader perda dinheiro.

Rompimentos em ações

Muitas ações comportam-se previsivelmente voltando atrás para testar o rompimento ao ponto exato. Como muitos traders entram no rompimento num stop um ponto após a barra de sinal, uma retração exata como esta ativará qualquer stop breakeven por um ponto. Contudo, reentrar um ponto após a barra de teste é geralmente um bom trade.

Quando existe um momento forte, comprar uma retração de Máxima 1 é um bom trade.

O swing deverá ser o foco da maioria dos traders

Muitos dos trades são scalps minúsculos não devendo ser o foco da maioria dos traders. A sua significância é que ilustra um comportamento comum. Os traders deverão concentrar-se em negociar e obter mais pontos do mercado.

*Tradução do editor para português do título original do livro Reading Price Charts Bar by Bar.

GRÁTIS! Estratégia de Day Trade

Descubra quatro padrões simples de negociação que poderá usar no gráfico de 5 minutos.