Scalping, Swinging, Trading e Investimento no Price Action – Brooks (2009)

Este artigo contém as minhas notas de estudo do livro Ler Gráficos de Preços Barra por Barra de Al Brooks*, estando integrado num resumo geral da obra, capitulo por capitulo.


Um investidor é alguém que compra ações baseado nos fundamentais planeando manter as ações de seis meses até vários anos, permitindo tempo para os benefícios dos fundamentais se refletirem no preço da ação. O investidor irá frequentemente adicionar à sua posição se a ação for contra ele, uma vez que acredita que a ação está com bom valor ao preço corrente.

Um trader é alguém que negoceia a partir dos gráficos diários e eventos fundamentais de curto prazo como anúncios de resultados com a intenção de capturar um movimento rápido, durando de um a vários dias. Este retira lucro na primeira pausa e depois move o seu stop para breakeven na posição restante.

Aos olhos de um trader ou investidor que usa tempos gráficos diários a mensais, todo o day trading é scalping. Contudo, para um day trader, scalping é manter uma posição de um a quinze minutos aproximadamente e usualmente saindo uma ordem limite no preço alvo na tentativa de capturar uma pequena perna no tempo gráfico que tiver a usar para os seus trades. O scalper não quer nenhumas retrações e sairá rapidamente em breakeven se o trade andar para trás antes do target ser atingido, sendo, portanto, um trader nos gráficos diários quando comparado com um investidor.

Um trader intradiário de swing manterá uma posição de quinze minutos a um dia inteiro. Este é um investidor nos gráficos diários quando comparado com um trader, que está disposto a manter uma posição nas retrações.

Os traders swing usam as mesmas configurações que os scalpers, mas focam-se em menos configurações em cada dia com uma maior possibilidade de ter pelo menos duas pernas. Muitos traders swing deixam o trade ir conta eles e adicionam a um melhor preço. Contudo, têm pelo menos um stop mental e se o mercado chega a esse ponto, concluem que a sua ideia já não é válida e sairão com uma perda.

Procure sempre onde os scalpers têm os seus stops e procure adicionar à sua posição nessa localização, se o padrão se mantiver ainda válido. Se comprou o que entendeu com uma reversão, considere um mercado fazer uma Mínima Baixa e depois adicione na segunda entrada. Por exemplo, numa ação fiável com a AAPL, se está a comprar no que entende perto da mínima do movimento e o mercado geral na está num dia de tendência urso, considere arriscar dois a três dólares no trade  e adicione com uma perda aberta de um a dois dólares. Contudo, somente um trader experiente que se sente muito confortável com a sua capacidade de ler o mercado e de aceitar uma perda grande se a sua leitura for errada deverá tentar isto.

Muitos traders swing irão fazer scalp se o seu trade não estiver a andar como desejado e muitos scalpers irão fazer seing de parte da sua posição quando entram nas melhores configurações, pelo que existe muita sobreposição no que ambos fazem.

É razoável ser primariamente um scalper quando a negociar Eminis e um trader swing quando a negociar ações.

É relativamente fácil procurar swings em ações com elevado volume (pelo menos três milhões de ações por dia mas preferencialmente sete milhões ou mais) que têm uma variação média diária de vários dólares. Tente fazer scalp de um dólar e depois use um stop breakeven no balanço e mantenha até ao fecho da sessão ou até desenvolver uma clara e forte configuração na direção oposta. Provavelmente conseguirá observar cerca de cinco ações regularmente durante o dia e por vezes verificar outras cinco em várias alturas do dia, em que raramente as irá negociar.

Pode colocar seis ações num ecrã (com gráfico de barras por exemplo para permitir mais espaço), escolher uma ação que esteja com a melhor tendência e depois procurar por uma retração perto da MME. Pode também negociar reversões se observar uma ultrapassagem de linha de canal e reversão após ter havido um rompimento forte de linha de tendência anterior.

Se o mercado Emini está ativo, considere apenas negociar gráficos de 5 minutos em ações, que requer menor atenção. Se está a perder muitos traders no Emini, é porque possivelmente está distraído pelos gráficos adicionais sendo melhor parar de observar os mesmos e apenas negociar o Emini.

Embora todas as ações negoceiem basicamente da mesma forma, existem diferenças subtis de personalidade entre elas. Por exemplo, a AAPL é muito respeitadora quando chega a testar rompimentos, enquanto a GS tende a correr stops, requerendo stops maiores.

Numa ação de $300 precisa de uma stop mais largo e ter menos ações para manter o mesmo risco, mas use um targer maior na porção scalp do trade. Dois dólares são um inicial razoável e depois mova o stop para breakeven até ao fecho da sessão.

Quando está a antecipar um movimento significativo, ou quando está a entrar numa retração numa forte tendência, encerre 25 a 75 por cento da sua posição num lucro scalp e depois mantenha a restante posição até ao mercado chegar ao seu objetivo. Mova o stop protetivo para perto de breakeven (algumas vezes quererá arriscar tantos como quatro pontos no Emini se sentir fortemente que o trade se mantém válido, uma saída e depois uma abordagem para reentrar será a um pior preço) depois de sair da porção scalp. Um bom trade não deverá regressar para permitir os traders mais tardios ao mesmo preço que os traders astutos entraram com o preço perfeito. Se o trade é bom, todos os traders que perderem a entra inicial estão agora desejosos para entrar a um pior preço e colocarão ordens limite de entrada um ou dois pontos piores que a entrada original, mantendo o stop breakeven protegido na entrada dos traders originais. Contudo, por vezes os melhores trades vão além do stop breakeven para enganar os traders a sair do que uma tendência enorme e rápida. Quando isto parece uma possibilidade, arrisque uns pontos adicionais. També, se coltar atrás e correr com estes stops e depois retomar a nova tendência, reentre ou adicione à sua posição swing um ponto além da barra anterior.

Se o mercai tocar o preço alvo com ordem limite e não o ultrapassar, mas a ordem for executada, isto significa que poderá existir mais pressão de tendência do que é evidente no gráfico e as hipóteses aumentam de que o mercado irá para além do preço alvo nas próximas barras. Num touro, os compradores estão agressivos e irão certamente reemergir numa qualquer retração. Neste caso procure oportunidades para entrar novamente longo.

Se o mercado tocar o preço alvo (cinco em seis pontos além da barra de sinal) mas a ordem não for executada, isto pode ser uma falha. Considere colocar uma ordem para reverter um ponto além do lado oposto da corrente barra assim que esta fecha. Se está longo e o mercado atingiu cinco pontos acima da barra de sinal e a sua ordem não foi executada, considere mover o stop para breakeven. Assim que a barra fechar considere colocar uma ordem curta de venda a descoberto o ponto abaixo desta barra porque este é certamente o local onde a maioria dos restantes compradores scalp sairão, providenciando pressão de venda. Também, estes não irão comprar novamente até verem mais price action, removendo assim os compradores do mercado aumentando a possibilidade dos vendedores de impulsionarem o mercado abaixo o suficiente para o scalp da sua curta. Uma falha de cinco pontos é comum no final de u movimento alongado e é geralmente o primeiro sinal de uma reversão.

*Tradução do editor para português do título original do livro Reading Price Charts Bar by Bar.

GRÁTIS! Estratégia de Day Trade

Descubra quatro padrões simples de negociação que poderá usar no gráfico de 5 minutos.